Defesa – Exceção de Suspeição

EXCELETÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA … VARA CÍVEL DA COMARCA DE GASPAR – SANTA CATARINA

Autos nº

FIODOR DOSTOIEVSKI, brasileiro, casado, camera man, portador da Cédula de Identidade nº, inscrito no CPF/MF sob o nº, residente e domiciliado na rua, nesta cidade, por seu procurador, instrumento procuratório anexo, inscrito regularmente na Ordem dos Advogados do Brasil, Secão do Estado de Santa Catarina, sob o nº, vem perante Vossa Excelência, nos autos da AÇÃO DE EXECUÇÃO, em curso nesta Vara, que lhe move MONICA MATTOS, brasileira, casada, emprega doméstica, portadora da Cédula de Identidade nº, inscrita no CPF/MF sob o nº, residente e domiciliada na rua, nesta cidade, com base no artigo 135, do Código de Processo Civil, arguir

EXCEÇÃO DE SUSPEIÇÃO

deste Juízo para atuar na presente ação, pelas razões que passa a expor:

Tramita nesta Vara a referida ação de execução, cuja exequente trabalha na residência de Vossa Excelência, prestando diversos serviços em caráter empregatício, conforme comprovam as cópias da Carteira de Trabalho e recibos de recolhimento junto ao INSS.

Em que pese a honorabilidade deste Juízo, torna-se, de acordo com o inciso III, do artigo 135, do CPC, inevitável a arguição desta exceção de suspeição, pelo que requer se digne reconhecer tal suspeição, remetendo os autos ao seu substituto legal, nos termos do artigo 313, do Código de Processo Civil ou, se entender diversamente, ao Egrégio Tribunal de Justiça do Estado de Santa Catarina, para conhecimento e providências.

Diante do exposto, requer-se o recebimento da presente exceção de suspeição, sendo a mesma julgada procedente para os fins e efeitos de direito.

Nestes termos, pede deferimento.

Gaspar, 07 de setembro de 2009.

Carlos Bazuca
OAB/SC nº 69

Comentários: