Inicial – Ação de Cobrança de Alugueis

EXCELENTÍSSIMA SENHORA DOUTORA JUÍZA DE DIREITO DO JUIZADO ESPECIAL CIVEL DA COMARCA DE WITMARSUM-SC.

EDMOND DANTÉS, brasileiro, casado, marinheiro, RG nº 0, CPF nº 0, residente na Rua X, vêm, mui respeitosamente perante Vossa Excelência, com fulcro na lei 9.099/95 e demais cominações legais, propor:

COBRANÇA COM VALOR INFERIOR A 20 SALÁRIOS MÍNIMOS

CONSTANCE CHATTERLEY, brasileira, com endereço na rua Y, pelos seguintes fatos e direitos a seguir relacionados:

1. O autor efetuou com a ré um contrato de aluguel do imóvel situado na rua X, por prazo indeterminado, pelo valor de R$ 300,00 (trezentos reais) mensais.

2. No final do mês de junho de 2017, a ré abandonou a casa, deixando de pagar os três últimos meses de aluguel, no total de R$ 900,00 (novecentos reais), a conta de água do mês de março no valor de R$ 65,74 (sessenta e cinco reais e setenta e quatro centavos) e as contas de luz dos meses de abril, maio e junho, no total de R$ 221,71.

3. Com a saída da ré, o autor ainda despendeu o valor de R$ 1128,00 (um mil, cento e vinte e oito reais) com a reforma do imóvel, que precisou ser feito.

4. Exauridas todas as tentativas amigáveis de cobrar a dívida, nada mais resta ao exequente para haver o seu crédito, senão enveredar pelas vias judiciais.

5. DIANTE DO EXPOSTO requer:

a) a citação da reclamada, por “AR”, para que compareça à audiência a ser designada por Vossa Excelência, onde poderá oferecer contestação, querendo, sob pena de considerar-se verdadeiros os fatos arguidos.

b) Requer a produção de todos o tipos de provas admitidas em direito, para provar tudo o que foi alegado.

c) Ao final seja a ação julgada procedente condenando a requerida ao pagamento do débito.

Dá-se à causa o valor de R$ 2.315,45 (dois mil, trezentos e quinze reais e quarenta e cinco centavos).

Termos em que, respeitosamente, pede e aguarda deferimento.

Witmarsum, 08 de setembro de 2017

Edmond Dantes

Comentários: