Inicial – Ação Monitória – Cheque Prescrito

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA … VARA CÍVEL DA COMARCA DE WITMARSUM – SANTA CATARINA

FIODOR DOSTOIEVSKI, brasileiro, solteiro, escritor, portador da Cédula de Identidade nº, inscrito no CPF sob o nº, residente e domiciliado na rua X, por seu advogado que esta subscreve, instrumento de procuração em anexo (doc. 01), regularmente inscrito na Ordem dos Advogados do Brasil, Seção do Estado de Santa Catarina, sob o nº, com fulcro no artigo 700 e seguintes do novo Código de Processo Civil, propor

AÇÃO MONITÓRIA

em face de SIMONE DE BEAUVOIR, brasileira, solteira, do lar, portadora da Cédula de Identidade nº, inscrita no CPF sob o nº, residente e domiciliada na rua Y, pelos fatos e fundamentos que passa a expor:

O autor recebeu em 10.03.2007, o cheque nº 123.456 (doc. 02) emitido pela requerida, no valor de R$ 10.800,00 (dez mil e oitocentos reais) para saque contra o Banco Thelema S/A, agência nº 69.

Ocorre que o referido cheque, em 11.03.2007, foi devolvido por falta de provisão de fundos. A partir de então, o requerente tentou, sem sucesso, a cobrança pelos meios amigáveis com reiteradas promessas da requerida em liquidá-lo. Nesse lapso de tempo, da devolução do cheque até a presente data, ocorreu a prescrição do cheque em comento, juntamente com a possibilidade de execução do título, conforme dispõe o artigo 59, da Lei 7.357/85, razão pela qual, com base no artigo 700, do novo Código de Processo Civil, o requerente socorre-se da presente Ação Monitória.

Cálculo Atualizado do Débito
Valor do Cheque: R$ 10.800,00
Correção monetária e juros de mora, até …/…/…: R$ 2.203,00
Total da dívida atualizada, até …/…/…: R$ 13.003,00

Ante o exposto, requer:

a) A citação da requerida no endereço acima declinado, para que no prazo de quinze dias, pague a importância de R$ 10.800,00 (dez mil e oitocentos reais), acrescidos de juros e correção monetária desde a emissão do título até a data do pagamento;

b) Protesta por todo o gênero de provas em direito admitidas, em especial pelo depoimento pessoal da requerida, sob pena de revelia e confissão, prova documental, pericial, sem exclusão de outras que se fizerem necessárias ao deslinde da ação.

Dá-se à causa o valor de R$ 10.800,00 (dez mil e oitocentos reais).

Termos em que, pede deferimento.

Witmarsum, 07 de setembro de 2017

Jean-Paul Sartre
OAB 93

Comentários: